Engenheiros e geotécnicos reúnem-se para homenagear o professor Alberto Teixeira


Diversos profissionais da área de engenharia de fundações e geotecnia reuniram-se no auditório do Instituto de Engenharia de São Paulo para prestar homenagem ao professor Alberto Henriques Teixeira, renomado profissional da área que se tornou referência na engenharia brasileira e internacional. Além do homenageado, fizeram parte da composição da mesa solene os representantes da ABEF, ABEG, ABMS e diretores de grandes empresas que executaram projetos do enaltecido profissional.


Teixeira é formado pela Poli-USP (1979), começou a atuar como aluno assistente até chegar ao cargo de diretor técnico executivo. Ele iniciou suas pesquisas com investigações-sondagens, passando para a área de projeto de barragens, fundações, estabilizações, englobando toda área da geotecnia, e ainda atuando como professor em diversas faculdades de engenharia de São Paulo, sempre com didática, responsabilidade, competência e amabilidade. De acordo com Nicanor Couto, da Ralcon Engenharia, o professor Teixeira ganhou destaque profissional por conseguir associar os fundamentos teóricos às práticas de execução.


Atualmente com 90 anos de idade, sendo 66 deles dedicados à geotecnia, ele continua trabalhando e encontrando soluções para os problemas da engenharia. Já são mais de 3.100 participações em projetos geotécnicos, de acordo com documentos catalogados em seu escritório. Além da participação ativa em diversas comunidades técnicas e da publicação de mais de 50 trabalhos técnicos.


Representando a diretoria da ABEF, o engenheiro George Teles, diretor proprietário da Solotrat Engenharia Geotécnica, também prestou sua homenagem ao professor Teixeira. “Em diversas ocasiões convivi com o professor e em todas as ocasiões sai com muitas lições aprendidas. Lembro da primeira obra que executei com projeto de sua autoria na rodovia Castelo Branco, há muitos anos. Depois nos encontramos numa obra em Campinas, onde ele era o projetista. Outras sucederam-se e eu aprendi admirá-lo cada vez mais por sua educação ímpar, seu grande conhecimento técnico e sua humildade fantástica”, recordou.


George Teles ainda acrescentou que o professor Teixeira sempre atendeu as demandas da Solotrat, assim como de todos que os procuravam, fosse para esclarecer alguma dúvida ou ouvir opiniões de qual seria a melhor execução em determinado serviço, enriquecendo seus projetos com o cuidado de optar por soluções sempre exequíveis. “Falar bem do professor Teixeira é muito fácil e ele faz por merecer ser lembrado como ícone da engenharia, pois aos 90 anos continua na ativa. Este ano faço 67 anos, e quero chegar aos 90 com a mesma vontade de trabalhar que motiva nosso homenageado”, afirmou o engenheiro.


Presente a homenagem e atento a todas as palavras de carinho e gratidão, Alberto Teixeira encerrou a solenidade recordando os principais acontecimentos de sua longa trajetória na Engenharia e citando obras e profissionais que marcaram sua história. Ele terminou seu discurso fazendo um apelo aos profissionais presentes para que saibam usar de forma inteligente o computador e os programas convencionais da área.


“O computador é uma máquina burra, porém de enorme importância quando utilizada conscientemente. De nada adiante resmas e resmas com cálculos feitos pelo computador, se não souber usar os conhecimentos da física aplicada e da resistência dos materiais em cálculos preliminares”, finalizou o homenageado.


Confira o vídeo completo da homenagem AQUI!